segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Aqui temos o Ricardo, a trabalhar no power point...


O Pedro a trabalhar no paint, trabalho
relacionado com diferentes tipos de hemorragias...

A Tânia a elaborar o guião do projecto...




O Jorge a trabalhar ao nível dos inquéritos....


A Sandra a pesquisar acerca de

Primeiros Socorros...

Aqui estão os elemento do nosso grupinho...
Atrás temos à esquerda o Ricardo, no centro o Jorge e à direita o Pedro. Em 1eiro plano temos à esquerda a Tânia e à direita a Sandra...

O nosso guião



Primeiros Socorros, a Ciência ao alcance de todos


No âmbito da disciplina de Área de Projecto temos por objectivo a realização de um trabalho, cujo tema é Primeiros Socorros. Este trabalho abarca os conceitos gerais e métodos de assistência própria e alheia. O ensino de primeiros socorros é hoje restrito a determinadas profissões e actividades específicas. Desta forma, os conhecimentos gerais sobre assistência e métodos a aplicar em situações de queimaduras, fracturas, males súbitos e outros sinistros são de total ignorância da nossa população. Ao criar-se este trabalho, pretendemos adoptar uma metodologia que deverá motivar a busca de novas informações por parte da comunidade escolar sobre o seu bem-estar e a sua saúde.




  • Problema: o ensino de primeiros socorros é restrito a determinadas profissões e actividades específicas.


  • Proposta de solução: criar programas de primeiros socorros para voluntários, a nível das escolas;
    A um prazo mais alargado a implementação dos primeiros socorros no currículo escolar dos portugueses (como já acontece noutros países).






  • Objectivos

    Gerais:
    * Incentivar a aprendizagem ampla e generalizada dentro da comunidade e demonstrar o quanto os primeiros socorros são um elemento essencial à formação básica do individuo e sua integração na sociedade.
    * Incentivar o voluntariado (divulgar conhecimentos, prestar auxilio).
    * Tornar cada cidadão um socorrista.

    Específicos:
    * Avaliar o nível de conhecimento acerca de primeiros socorros dentro da comunidade escolar, antes e depois de divulgada a informação;
    * Divulgar a informação relevante, utilizando diferentes métodos apelativos;
    * Executar um trabalho escrito e multimédia que fique como apoio a toda a comunidade escolar;
    * Lançar o desafio de uma possível continuidade deste projecto nos anos futuros.






  • Público-alvo

    * Toda a comunidade escolar (alunos e professores).
    Alunos porquê?
    Os jovens têm motivação para aprender a prática de primeiros socorros se forem ministradas de forma apelativa. Os jovens serão os futuros socorristas, como tal, é importante consciencializá-los do seu papel na protecção e socorro das vidas.
    Professores porquê?
    A formação activa é uma das formas de ajudar os jovens a estarem preparados para qualquer situação de emergência, de forma a tomarem conta de si próprias e dos seus colegas. Assim, os professores têm um papel fulcral neste processo de promoção da segurança infantil e juvenil, alertando os jovens sobre os métodos de assistência própria e mútua.






  • Metodologia

    * Visita a entidade de saúde, procurando recolher informações relevantes (ex.: INEM, Bombeiros Municipais de Faro, Cruz Vermelha,…). Inicialmente estabelece-se contacto com a instituição propondo a colaboração dos seus possíveis responsáveis em comunicações de informação. Posteriormente divulga-se o evento (local, data…) e convida-se o público escolar. As palestras serão filmadas e recorrer-se-á à elaboração de relatórios.
    * Realização de um inquérito inicial e um inquérito final (elaboração de conclusões)
    * Afixação em cartazes da informação relevante
    * Trabalho escrito
    * Construção de um site
    * Elaboração de um filme final






  • Divisão das tarefas

    1ºPeríodo:
    * Ida ao INEM, em Faro, e recolha de informação na instituição: Sandra Brás
    * Organização da informação recolhida no INEM: Jorge Ramos, Pedro Sampaio, Ricardo Nunes, Sandra Brás, Tânia Gonçalves.
    * Pesquisa na Internet de informação sobre o tema: Pedro Sampaio, Ricardo Nunes, Sandra Brás, Tânia Gonçalves.
    * Elaboração de uma carta para a Dr.ª Filomena: Pedro Sampaio, Ricardo Nunes, Sandra Brás. Colaboradora: Tânia Gonçalves.
    * Rectificação da carta: Pedro Sampaio, Jorge Ramos e Ricardo Nunes.
    * Elaboração do guião: Tânia Gonçalves. Colaboradores: Ricardo Nunes e Sandra Brás.
    * Elaboração de perguntas para o inquérito: Jorge Ramos, Pedro Sampaio, Ricardo Nunes, Sandra Brás e Tânia Gonçalves.
    * Estruturação o inquérito: Sandra Brás e Tânia Gonçalves.
    * Conversa com a professora Conceição acerca da estrutura do inquérito: Pedro Sampaio, Ricardo Nunes, Sandra Brás e Tânia Gonçalves.
    * Análise das observações tecidas pela professora Conceição e posterior rectificação do inquérito: Pedro Sampaio, Ricardo Nunes, Sandra Brás e Tânia Gonçalves.
    * Elaboração da carta dirigida aos directores de turma para divulgação e distribuição do inquérito pelos alunos: Pedro Sampaio, Ricardo Nunes. Colaborador: Jorge Ramos.
    * Filme inicial: Ricardo Nunes. Colaboração na recolha de material: Sandra Brás.
    * Ida à Cruz Vermelha, em Faro, e recolha de informação na instituição: Sandra Brás.
    * Ida aos Bombeiros Municipais de Faro: Tânia Gonçalves.
    * Preparação da apresentação à turma do guião de projecto: Jorge Ramos, Pedro Sampaio, Ricardo Nunes, Sandra Brás e Tânia Gonçalves.
    * Nova rectificação do inquérito com auxílio da professora Conceição: Pedro Sampaio e Ricardo Nunes.
    * Distribuição dos inquéritos pelos directores de turma: Jorge Ramos, Sandra Brás e Tânia Gonçalves.
    * Tratamento dos dados do inquérito: Jorge Ramos, Pedro Sampaio, Ricardo Nunes, Sandra Brás e Tânia Gonçalves.
    * Estruturação do portfólio com a informação já recolhida: Jorge Ramos, Sandra Brás e Tânia Gonçalves.
    * Selecção das turmas e número de alunos a que se destina o inquérito: Jorge Ramos, Pedro Sampaio e Ricardo Nunes.
    * Contacto com as entidades responsáveis pela comunicação oral e definição das datas das palestras: Pedro Sampaio e Ricardo Nunes.
    * Divulgação das datas das palestras: Jorge Ramos, Pedro Sampaio, Ricardo Nunes Sandra Brás e Tânia Gonçalves.

    2º Período
    * Actualização de alguns aspectos da divisão de tarefas.
    * Continuação da recolha e organização de informação para colocar no portfólio:
    * Organização das palestras (local, materiais necessários):
    * Filme e relatório das palestras:
    * Realização de um segundo inquérito, final:
    * Tratamento dos dados do inquérito:
    * Compra de cartolinas:
    * Selecção de informação para colocar em cartazes:
    * Exposição dos cartazes com a informação relevante:

    3º Período
    * Filme final:
    * Relatório final:






  • Recursos

    - Humanos:
    Os próprios elementos do grupo, directores de turma e/ou outras entidades escolares, alunos da escola e profissionais de saúde.

    - Materiais:
    Retroprojector
    Acetatos ou CD’s
    Computador
    Material didáctico possivelmente fornecido pela instituição: boneco (manequim para simulação), caixa para aula de curativos (luvas, soro fisiológico, antissépticos, gaze, colar para imobilização…)
    Livros






  • Resultados esperados

    - Esperamos sensibilizar a população escolar acerca deste tema tão actual e transmitir conhecimentos essenciais aos jovens, futuros socorristas, para que intervenham activamente, não permanecendo indiferentes.
    - Esperamos aprofundar os nossos conhecimentos acerca do tema e cumprir com todos os objectivos traçados de modo a sentirmos que fomos bem sucedidos ao tratar deste assunto pouco divulgado nas escolas portuguesas e na própria sociedade.
    - Esperamos ainda ser recompensados ao nível da avaliação qualitativa e quantitativa da disciplina e ver assim reconhecido o nosso empenho.






  • Produto final

    - Apresentação do trabalho escrito num portefólio de projecto que reflectirá toda a evolução do trabalho e estará constantemente actualizado. Nele serão abrangidos documentos das investigações levadas a cabo, comentários e reflexões criticas, sínteses, levantamento de possíveis problemas, glossário, fotografias, planeamento de inquéritos, entrevistas, grelhas de observação, bibliografia e outros recursos.
    - Apresentação oral e multimédia onde será exposta a informação por conceitos-base e ideias orientadoras.






  • Calendarização

    1º Período (25 aulas)

    Pesquisa e organização de informação essencial para o trabalho escrito (2 aulas);
    Divisão de tarefas (1 aula);
    Realização de um inquérito inicial e tratamento dos dados;
    Contacto com as entidades responsáveis pela comunicação oral e definir a data das palestras;
    Fazer uma primeira organização da exposição oral que se realizará no 2º Período.

    2º Período

    Actualização de alguns aspectos da divisão de tarefas.
    Continuação da execução do portefólio
    Realização das Palestras.
    Realização de um segundo inquérito, final, e tratamento dos dados.
    Exposição de cartazes com a informação relevante.


    3º Período

    Relatório final.
    Filme final.
    Avaliação final.






  • Plano Orçamental
    *os custos são reduzidos ou zero pois contamos com o material disponibilizado pela escola e com a boa vontade das entidades a quem nos dirigimos






  • Proposta de avaliação

    Propomos uma avaliação sequencial em que se verifique se o esforço foi contínuo de forma a diferenciar-se com justiça esse esforço. No entanto ainda nos encontramos numa fase inicial do projecto, como tal não temos uma proposta quantitativa adequada ao grupo e a cada um dos elementos.


E este é......




Orá cá esta ele

Agora é so começar a postar



Abraço
video